Indique o site Adicione a favoritos Carrinho de compras
KaemeBrasil  

Home | Quem somos | Cursos Descontos Progressivos | Palestras Gratuitas | Artigos | Cadastre-se | Depoimentos | Contato
fale_conosco
Curso em DVD - Técinas de Swing Trade
Curso em DVD - Técinas de Swing Trade
Curso em DVD - Técinas de Swing Trade
Curso em DVD - Técinas de Swing Trade
Curso em DVD - Técinas de Swing Trade
Curso em DVD - Técinas de Swing Trade
Curso em DVD 20 ESTRATÉGIAS VENCEDORAS na Bolsa de Valores Aprenda a identificar as melhores oportunidades do mercado utilizando a Análise Gráfica
Curso em DVD Técnicas de DAY TRADE Aprenda como lucrar todos os dias no Mercado de Ações. Um curso para quem quer saber mais sobre o mais agressivo método de investimento.
Curso em DVD Aprenda a investir em açoes - Utilizando a análise gráfica - Curso como investir na bolsa de valores aplicar em ações da bolsa de valores Curso em DVD Investimento em açoes da Bolsa de Valores aplicação bolsa valores aprndera a plicar na bolsa de valores
Curso em DVD - Operando na bolsa com a Análise Técnica
Curso em DVD - Aprenda a Operar Opções
Curso em DVD - Investindo na Bolsa de Vaores Através da Análise Fundamentalista
Curso em DVD - Introdução ao Mercado de  Ações
Curso Presencial Aprenda a investir em açoes - Utilizando a análise gráfica - Curso de análise técnica de ações Aprender a investir em açoes Aplicar em açoes investimento em açoes Curso de como investir em ações como aplicar em açoes da Bolsa de Valores Curso de Analise tecnica de açoes curso análise gráfica de ações para aprender
Palestras Gratuitas
Seja um instrutor

Home » Artigos

Ações de terceira linha, blue chips e small caps: quando apostar em cada uma - KaemeBrasil - Aprenda a investir em ações
Ações de terceira linha, blue chips e small caps: quando apostar em cada uma

16/07/2010

SÃO PAULO – Diversos jargões são usados no universo das bolsas de valores ao redor do mundo. Muito mais do que conhecê-los, aquele que pretende investir em ações deve entendê-los, para poder aplicar melhor seu dinheiro  Entre eles, estão blue chips, small caps e ações de terceira linha. Você sabe o que significa tudo isso?

InfoMoney

Os termos servem para classificar ações listadas nas bolsas de valores de acordo com a liquidez. Segundo o estrategista da Futura Investimentos, Adriano Moreno, não existe um corte específico e objetivo para fazer isso, sendo que é o próprio mercado que acaba definindo as ações encaixadas entre as blue chips, small caps e de terceira linha.

“Fichas azuis”
Porém, ele disse que as empresas blue chips acabam sendo aquelas com pelo menos R$ 30 milhões de negociação diários e capitalização acima de R$ 10 bilhões. “Quanto mais líquido, melhor a avaliação do papel. Empresas de maior capitalização são as de maior liquidez na bolsa, as chamadas blue chips”.

E, para os curiosos de plantão, saibam que o termo “blue chip” tem relação com as fichas usadas em apostas nos cassinos norte-americanos. As azuis são as de maior valor, como as empresas que levam o nome.

“As blue chips são as mais negociadas na bolsa, como Petrobras, Vale, Usiminas, CSN, Gerdau, Bradesco e Itaú. São as que têm ações negociadas em Nova York, os ADRs (American Depositary Receipts)”, exemplificou o estrategista da TCX Consultoria e Gestão, Edgard Tamaki.

Small Caps e ações de terceira
Ainda em um critério arbitrário usado por Moreno, é possível dizer que as ações small caps, também chamadas de segunda linha, são aquelas com capitalização de R$ 5 bilhões e de volume diário de negociação em torno de R$ 5 milhões. Já Tamaki completa: “São empresas que têm boa aceitação do investidor, mas não têm grande volume de negociação”.

Uma diferença entre as small caps e as blue chips é que as primeiras têm um grande spread na negociação, o que significa que o preço de compra e venda é distante. “Nas blue chips, a briga é por centavos, porque são papéis que possuem muita liquidez”, explicou o estrategista da TCX.

As empresas de terceira linha, ainda no conceito de Moreno, são aquelas de movimentação de R$ 1 milhão e capitalização em torno de R$ 1 bilhão. De acordo com Tamaki, são empresas com pouquíssima negociação e que, por vezes, podem ser aquelas que acabaram de entrar na bolsa de valores.

Características
Em relação ao risco, segundo Moreno, quanto menor a capitalização, maior ele é, o que acende o farol vermelho para as ações de terceira linha.

“A Petrobras tem R$ 250 bilhões de capitalização. Ela vai bem em crise, com mercados difíceis, porque ela é grande e tem fácil acesso ao crédito. Dificilmente vai ter problemas operacionais. As de grande capitalização dificilmente quebram, enquanto as menores são mais frágeis e apresentam mais risco”.

Além disso, as empresas com menor liquidez sofrem mais em momentos mais frágeis. Por isso, de acordo com Moreno, os investidores com perfil mais conservador costumam apostar mais nas blue chips, que são mais líquidas e seguras. “Quando desce de linha, tem empresas com maior potencial, mas mais risco. Uma Petrobras é uma empresa que já é grande e não consegue duplicar de tamanho, mas se a empresa é pequena, ela consegue multiplicar seu tamanho”.

Estratégias
Aos investidores que têm maior conhecimento de mercado e mais experiência, Moreno indica as small caps e ações de terceira, que devem ser usadas também por quem está atrás de diversificação.

Já Tamaki aconselhou a aposta nas small caps para quem não quer passar por sustos, já que ela não oscila muito no dia-a-dia por não ter muitas negociações. “Se tem foco no longo prazo, elas dão lucro lá na frente”.

Após momentos de crise, como a de 2008 e a que se vivencia na Europa, Moreno explicou que os papéis que respondem positivamente primeiro são as blue chips. Mas, quando o mercado está

«Ver todos


Home | Quem somos | Cursos | Palestras Gratuitas | Artigos | Cadastre-se | Mapa do site | Como Comprar | Contato
 
  by studio2

® 2010 - KaemeBrasil
A KaemeBrasil não se responsabiliza pelas informações contidas neste site e não faz qualquer tipo de recomendação
de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

contato@kaemebrasil.com.br